Amor: Conhecer-te
Amor

Conhecer-te
Foi acaso,
Feliz deste destino,
Traçado de pequenino
E que tanto me faz sofrer.

Conhecer-te
Foi paix√£o,
Imediata, arrebatadora,
Por mulher sedutora,
Que n√£o consigo esquecer!

Conhecer-te
Foi momento,
Breve e profundo,
Do tamanho deste mundo,
Em que tento viver.

Conhecer-te
Foi instante
M√°gico de alegria,
Que me leva a crer um dia,
Talvez te possa ter!

Conhecer-te
Foi a esperança
Daquele m√°gico momento,
Que n√£o sai do pensamento,
De minha poderes ser!

Conhecer-te
Foi a força,
O desejo, a alegria,
O sonho de um dia,
Contigo ir viver!

Conhecer-te
Foi a sina,
O ímpeto, a razão,
Desta enorme paix√£o,
Que por ti estou a ter!

Conhecer-te
Foi o sinal,
Que me abriu o coração
E deixou louco de paix√£o,
Este simples ser!

Conhecer-te
Foi o fado,
O destino fatal,
Deste simples mortal,
Que tanto te quer!


     Jotapsg, 28-02-2005 23:40:04 (6217 Leituras) Poemas do mesmo autor

Classificação atual (10 a 1): 10.00 (otos) - Vote neste poema. -






Author Thread
The comments are owned by the author. We aren't responsible for their content.




Outros poemas
27-07-2015 18:50:22 - Utilização de Cookies na Companhia da Poesia
20-01-2015 15:28:13 - olhares
02-10-2014 19:14:29 - Vivo ...!
06-07-2014 16:46:15 - O sol de cada um
06-07-2014 16:40:52 - Existências